AMAZONENSE RICARDO YOSHITO CONQUISTA MUNDIAL DE JIU JITSU DA JUVENTUDE EM ABU DHABI

O lutador amazonense Ricardo Yoshito Kavati Amaral, 13, conquistou a medalha de ouro no Campeonato Mundial de Jiu Jitsu de Abu Dhabi para atletas da classe Juventude (4 a 17 anos).

A competição movimentou a famosa Jiu Jitsu Arena, na capital das lutas dos Emirados Árabes Unidos, no último fim de semana.

Em sua estreia em Abu Dhabi, Yoshito competiu na faixa laranja e verde, categoria até 45 kg e representou as academias White House School Brazilian Jiu Jitsu (Manaus) e a Al Wahda Club Jiu Jitsu Academy (Emirados Árabes). Ele fez a final do Mundial da Juventude contra Omaradil, representante do Cazaquistão.

O campeonato organizado pelos sheiks árabes reuniu as promessas do esporte das mais diferentes nacionalidades.

“Para mim, essa experiência em Abu Dhabi foi muito mais que uma luta. Essa experiência vai abrir portas tanto no meio esportivo e profissional quanto no meio cultural. Deu para ver o quanto o país investiu no esporte, parecia que eu estava lutando uma Olímpiada, uma estrutura enorme, com uma arena só para o Jiu Jitsu e isso é incrível”, disse o Pequeno Samurai.

A promessa da White House de Manaus agora mira novos desafios internacionais. “O que espero daqui para frente é seguir o trabalho que estou fazendo, lutar com os melhores, treinar, treinar muito e lutar campeonatos grandes que estão acontecendo no mundo todo, como Europa, Japão, Estados Unidos e outros”, disse o campeão.

Inspirou o pai

Yoshito é inspiração para o pai Ricardo Amaral, que voltou a praticar a “arte suave” justamente por causa do herdeiro. “Meu pai estava com 120 quilos e voltou a lutar por causa de mim. Eu tinha uns seis anos e nessa época a luta era mais por recreação e hoje faço parte de uma equipe que forma muitos campeões”, contou o garoto.

O Pequeno Samurai cursa o oitavo ano do Ensino Fundamental no centro educacional Lato Sensu, uma das melhores instituições particulares do Estado. Ele concilia os estudos com o esporte, numa rotina digna dos grandes lutadores.

“Meu pai fala que você pode até perder, só não pode desistir. Sou um cara muito raçudo e nunca desisto e é isso que me faz ser campeão de tudo é o que me faz ser vitorioso”, afirmou o menino prodígio, que é tricampeão mundial, tricampeão brasileiro, além de ter conquistas em nível sul-americano, pan-americano, regional e estadual.

Ancestralidade

Yoshito tem origem oriental. Seus avós vieram do Japão para o Brasil como refugiados no século passado, no período da Segunda Guerra Mundial. Dessa história superação e amor nasceu Melissa Kavati Amaral, cirurgiã dentista e esposa do doutor Ricardo Amaral Filho, médico de família e comunidade e especializado em Medicina do Exercício e do Esporte.

“Como atleta, meu sonho é continuar treinando e ser campeão mundial da IBJJF. Como estudante, tenho me dedicado muito para ser Médico do Esporte e me tornar um grande profissional. Treino demais e estudo demais para alcançar meus objetivos”, enfatizou o Pequeno Samurai da White House.

Texto e fotos: Emanuel Mendes Siqueira (92) 99122-3785

Deixe um comentário